Polícitia de Qualidade

Buscar a melhoria contínua dos processos de certificação por meio da manutenção e aprimoramento de um sistema de gestão da qualidade eficaz, que tenha foco no cliente e que atenda aos requisitos da norma ABNT NBR ISO 17024, valorizando a capacitação e o comprometimento de todo o pessoal bem como a contínua adequação de métodos e equipamentos;

A política da ANEAC estabelece, como objetivo estratégico, conseguir e manter uma reputação de liderança de qualidade de seus serviços, procurando sempre atingir e superar as expectativas de seus clientes;

A aplicação dos preceitos definidos nesta Política da Qualidade se faz com os seguintes objetivos:

a) Proporcionar o contínuo aprimoramento e desenvolvimento dos profissionais envolvidos, com o nível de capacitação técnica adequado às atribuições e responsabilidades de suas funções;

b) Buscar o bom desempenho e elevada confiabilidade aos serviços que venham a executar;

c) Promover o atendimento eficaz e dinâmico aos profissionais e organizações envolvidas;

d) Proporcionar a todo candidato de maneira justa, acesso aos serviços do sistema de certificação ANEAC sem o estabelecimento de condições financeiras indevidas ou outras condições inaceitáveis para a concessão do certificado de competência e sem discriminação ou favorecimento em função de sexo, raça, credo, ideologia, posição social ou poder econômico;

e) Manter e agir com total imparcialidade com relação aos processos de qualificação e certificação, reconhecendo o Comitê Técnico de Certificação como competente para tal.

f) O Comitê Técnico de Certificação reconhece a importância e os benefícios da utilização do Sistema da Qualidade apresentado neste Manual, considerando sua utilização como padrões a manter nas atividades de certificação de pessoas, dessa forma requerem, dos envolvidos, sua total aplicação.

g) Compreender a importância da imparcialidade no processo de certificação, gerenciando o conflito de interesses e assegurando a objetividade das atividades de certificação.

h) A ANEAC analisa, documenta e elimina ou minimiza o potencial conflito de interesses decorrente das suas atividades de certificação de pessoas através do PRO-011 e da concordância dos profissionais relacionados à atividade previamente assinando no FRM-010 e da concordância do candidato previamente assinado no FRM-007. O não cumprimento deste item resultará em medidas punitivas conforme PRO-009.

i) O CTC realiza análise anualmente por amostragem, nos processos de certificação, relatórios de auditoria de CEQ, processo de apelação e/ou reclamação, com objetivo de documentar e eliminar ou minimizar o potencial conflito de interesses e ameaças de imparcialidade decorrente das atividades da certificação de pessoas. As regras sobre os conflitos de interesse estão descritas no PRO-011.

j) Buscar e monitorar a melhoria contínua da qualidade do Esquema de Certificação proporcionando a satisfação dos Colaboradores, Examinadores, Auditores e Associados.

k) Prover para a realização das atividades de certificação recursos técnicos e infraestrutura adequados.

l) Estabelecer, documentar, manter o gerenciamento da imparcialidade e garantir que as atividades de certificação são realizadas de forma imparcial.

m) Manter a confidencialidade na manutenção e divulgação de informações no processo de certificação.

n) Manter a imparcialidade das atividades de certificação não permitindo que pressões comerciais, financeiras ou outras que venham comprometer a imparcialidade.

o) Manter relacionamento institucional adequado para tratamento de apelação e reclamação de clientes e partes interessadas.

p) Promover o desenvolvimento nacional de acesso por corda.

q) A ANEAC através da alta direção mantém total imparcialidade com relação aos processos de certificação, reconhecendo o Comitê Técnico de Certificação e o BC como competentes para tal.

r) A ANEAC identifica as ameaças à imparcialidade através do PRO-005